O trabalho intermitente para pequenas e médias empresas pode reduzir seus gastos com a contratação de funcionários.

Porém a oferta de vagas na categoria intermitente – formalização do famoso “bico”  – ainda é tímida e teve maior adesão pelo setor do comércio. O caminho para se familiarizar com esse tipo de contratação ainda é longo, mas um fato já é evidente:

A contratação com carteira assinada do trabalhador na categoria intermitente foi formalizada com a aprovação da nova lei trabalhista, que entrou em vigor em novembro do ano passado.

A previsão do governo é que essa modalidade de trabalho gere 2 milhões de empregos em 3 anos.

Com um cenário desse à vista, é importante conhecer o perfil do trabalhador intermitente e ter algumas dúvidas frequentes respondidas, você não acha? Não deixe de conferir nosso blogpost com respostas sobre o trabalho intermitente.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Não são novidade as mudanças causadas pela reforma trabalhista. Mas no  Brasil, quando se trata de Lei e dos mais de 100 pontos da CLT que foram alterados, todo cuidado é pouco. trabalho intermitente para pequenas e médias empresas

Confira no blog do TIO Digital o que mudou na vida das pequenas e médias empresas desde novembro de 2017.

Pequenas e médias empresas podem contratar na categoria intermitente?

Como já foi mencionado no artigo Tipos de Trabalho Intermitente, Parcial ou Temporário no TIO Digital:

“Qualquer profissão ou atividade econômica poderá adotar o trabalho na forma intermitente, exceto os aeronautas. Inclusive o trabalho intermitente poderá ser conjugado com o trabalho por prazo indeterminado ou determinado.”

Texto na íntegra: Jus Brasi

A contratação do trabalho intermitente com carteira assinada é importante para o seu negócio quando a sua empresa apresenta situações de sazonalidade.

Ou seja, para contar com um profissional em situações em que haja o aumento da demanda de trabalho. É um alinhamento de oferta com demanda.

Mais do que nunca, ter um colaborador confiável, disponível e que sabe a forma de trabalhar facilita a rotina das pequenas e médias empresas como um todo e o dos demais colaboradores.

É preciso lembrar que você não precisará ensinar ou disponibilizar alguém da equipe para isso cada vez que o trabalhador intermitente for prestar um serviço.

Isso poupa tempo, recursos e consequentemente te poupa dinheiro. Sem contar que agora você não fica mais na mão, em especial na ausência ou falta de algum funcionário.

Seja num escritório, estabelecimento, loja, estúdio ou qualquer que seja o negócio que você tenha, contar com o trabalho intermitente é a melhor segurança pra sua empresa.

Comércio representa 74% das contratações

De acordo com o Ministério do Trabalho, no mês de alteração da nova lei trabalhista, 778 estabelecimentos de 87 empresas abriram vagas na categoria intermitente no País. Em dezembro, foram 933 estabelecimentos, envolvendo um total de 382 empresas.

Trabalho Intermitente para Pequenas e Médias Empresas - infográfico

Ainda de acordo com as informações, foram criadas 5.641 vagas de trabalho nos primeiros 50 dias de vigência da nova lei trabalhista, sendo que 4.175 delas – ou 74% – foram no comércio, e 1.561 (28%) no estado de São Paulo, que é líder de adesão no País de contratação com carteira assinada na categoria intermitente.

Fonte: a pesquisa foi realizada pelo G1 por meio da análise de dados oficiais.

Tendências do trabalho intermitente

Entre os pioneiros na contratação com carteira assinada na categoria intermitente está o Magazine Luiza. A varejista oferece na internet a posição de assistente de loja, com proposta de “salário e benefícios por hora trabalhada”.

Segundo o portal de notícias G1, a marca divulgou ter feito uso de 4 mil funcionários intermitente para trabalhar na mega liquidação feita pela marca anualmente em janeiro.

Através da assessoria de imprensa, o Magazine Luiza informou que já conta com mais de 5 mil contratados no regime de trabalho esporádico e estima reunir um banco de dados com mais de 7 mil nomes para serem convocados como reforço do time da rede que conta com 23 mil funcionários.

A assessoria comentou que fará uso da categoria intermitente “apenas em grandes eventos ou situações pontuais, ganhando pelas horas que trabalham”.

O setor de bares e restaurantes é outro que tem ganhado com a nova lei trabalhista, fazendo uso das tendências do trabalho intermitente para complementar a necessidade de mão de obra de garçons e ajudantes em períodos de maior demanda, como no caso de feriados ou datas comemorativas em geral.

Mais oferta de trabalho

Segundo o levantamento do G1, os empresários estimam que com a aderência de outras empresas e o aumento no número de ofertas, a tendência é que a categoria intermitente encontre maior receptividade no mercado geral.

Em meio as dificuldades operacionais para implementação da nova modalidade, as agências de emprego temporário enxergam uma nova oportunidade.

Já começando a se reestruturar pra atuar como intermediárias na contratação com carteira assinada da categoria intermitente, tendo em vista que já possuem um banco de dados com candidatos predispostos, em tese, ao trabalho esporádico.

A melhor gestão de trabalhadores intermitentes

O trabalho intermitente vem sendo uma das melhores alternativas para contratação já criadas. O melhor deste contrato é que ambos os lados da relação de trabalho se beneficiam.

As empresas que adotam este tipo de contrato devem estar cientes que a gestão dos trabalhadores intermitentes deve ser feita seguindo as regras da Reforma.

A Plataforma TIO Digital facilita a gestão intermitente com muita tecnologia e inovação.

Nossos recursos permitem que o empregador cadastre os trabalhadores intermitentes na plataforma, emita o recibo de pagamento, faça a convocação através de um exclusivo chat e também registre o ponto através de leitura facial.

Conheça mais sobre o TIO Digital e como nossa tecnologia pode facilitar a gestão intermitente do seu negócio.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *