O trabalho intermitente é um meio eficaz para cortar custos e aumentar os lucros nos negócios. Se você quer saber como economizar com o trabalho intermitente, conheça aqui as vantagens da contratação intermitente, o perfil do trabalhador intermitente e muito mais no blog do TIO Digital.

Você quer saber como o trabalho intermitente pode reduzir seus gastos com a contratação de funcionários? Entenda quais as vantagens que esse tipo de contrato oferece, qual o perfil do trabalhador intermitente e algumas dicas do TIO sobre blogs e conteúdos que podem te ajudar nesse caminho.

Para saber como economizar com a contratação intermitente, primeiro é preciso ter uma noção geral sobre alguns tipos de trabalho: intermitente, temporário ou parcial.

Se você já está pronto pra conhecer as vantagens da contratação intermitente pro seu negócio, continue a leitura no blog do TIO e tire suas dúvidas ao final desse blogpost.

Como Economizar com o Trabalho Intermitente - cofrinho de porquinho sobre uma pilha de dinheiro

Cenário da economia atual

As alterações feitas na Reforma Trabalhista mexeram com o cenário econômico do País como um todo, tanto na teoria quanto na prática.

Independente do setor, os mercados de trabalho são inconstantes. Durante uma recessão econômica, por exemplo, os trabalhadores sofrem com a alta taxa de desemprego. Outros não estão abertos às tecnologias que requerem novas competências.  Mas todos estão suscetíveis as forças da recessão e da tecnologia, que ultrapassam qualquer vontade de empregar todas as pessoas em tempo integral.

Por parte dos trabalhadores, os interesses também divergem. Muitos jovens querem trabalhar por um menor período de tempo para estudar mais. Idosos querem ajustar as suas habilidades relacionadas ao trabalho a funções mais leves.

As mulheres combinam as tarefas domésticas com uma jornada de trabalho mais curta. O mesmo acontece com portadores de deficiência ou doentes crônicos.

Isso significa que nem a sociedade pode empregar todas as pessoas em tempo integral nem as próprias pessoas estão dispostas a trabalhar nesse regime de contratação.

Uma pesquisa realizada em Genebra no ano de 2016, “Emprego fora do Padrão em Todo o Mundo” em tradução livre, aponta que aproximadamente 11% das pessoas têm jornada de trabalho reduzida e por prazo determinado.

Segundo o levantamento, a principal modalidade é o trabalho temporário (usado para substituir empregados fixos ou atender a necessidades inesperadas). Em segundo lugar encontramos o trabalho em tempo parcial. Em terceiro, o trabalho intermitente, casual ou por hora.

A contratação de pessoal nessas modalidades de trabalho cresce pós período de recessão, enquanto as empresas aguardam a firmeza da demanda, dentre outros fatores, para então voltar a contratar profissionais em tempo integral.

É claro que uma empresa não vai contratar empregados intermitentes ou casuais para fazer atividades que exigem presença contínua. O trabalho intermitente é para atividades esporádicas e descontinuadas. 

À exemplo de profissionais que trabalham de forma intermitente temos os garçons, enfermeiros, psicólogos, cuidadores, manicures, massagistas, fisioterapeutas, paramédicos, personal trainers; atendentes no comércio de atacado, varejo e eletrônico; ajudantes em clubes esportivos, hotéis, pousadas e muitos outros.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Perfil do trabalhador intermitente

Os dados foram apresentados pelo Ministério do Trabalho a partir dos primeiros contratos intermitentes realizados após a entrada em vigor da reforma trabalhista.

Os trabalhadores intermitentes brasileiros contratados no mês de novembro têm, em sua maioria, até 29 anos, escolaridade até o ensino médio completo e são principalmente mulheres.

Estão concentrados nas regiões Sudeste e Nordeste e atuam, em grande parte dos casos, como assistentes de vendas. Leia sobre a remuneração da categoria intermitente aqui.

Todas as mudanças no mercado de trabalho exigem estudos, apontamentos de cenários e claro, a avaliação de vantagens e desvantagens. Com o trabalho intermitente não seria diferente, por isso, nesta fase de “namoro’” com a nova regra é preciso pesar.

Mas, uma questão é certa: se bem implantado isso representará uma evolução e um amadurecimento na relação trabalhista para ambos os lados.

Vantagens da contratação intermitente

A primeira delas é que pessoas que são acostumadas a trabalhar nos chamados “bicos” terão a oportunidade de ofertar seus trabalhos de maneira regularizada, recebendo os proporcionais de décimo, férias e contando horas para compor o tempo de aposentadoria.

Além disso, para o trabalhador há ainda a vantagem de que ele poderá programar sua vida, fazendo no horário que desejar, e mais, executar mais de uma função, porque muitas vezes a pessoa é capacitada para mais de uma área e isso vai abrir um leque de oportunidades.

Para as empresas também existe a vantagem, principalmente no que diz respeito a otimização das horas contratadas, já que poderá contar com profissional para os dias e horários nos quais existe a demanda.

Nos contratos tradicionais o empregado fica à disposição no período todo e, eventualmente, algumas horas podem ficar ociosas devido à falta de atividades a serem executadas.

Em outros momentos a equipe fica sobrecarregada devido a demanda e a falta de profissionais.  Em casos como esses os estabelecimentos poderão manter contratos intermitentes para atender o maior fluxo do seu negócio. como economizar com o trabalho intermitente

Pensando em sociedade, o governo também tira a sua fatia. Serão mais pessoas trabalhando e uma expectativa sobre a regularização do trabalho informal.

Guia Trabalhista: possui um blog atualizado e confiável sobre questões da área trabalhista e previdenciária com uma categoria especial dedicada ao trabalho intermitente.

Estadão: Além de ser um jornal renomado no mercado, conta com uma guia ampla e atualizada sobre as mudanças da reforma trabalhista na sua versão eletrônica.

TIO Digital: uma plataforma digital que simplifica o Trabalho Intermitente. Através dele você convoca o funcionário, controla a jornada de trabalho, gera recibos de pagamento diários automaticamente, tudo de acordo com a nova legislação vigente.

O TIO Digital ainda conta com um blog especializado em conteúdos informativos sobre o trabalho intermitente.

E se você tiver alguma dúvida ou sugestão, entre em contato com a equipe do TIO Digital.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *