Quando o trabalhador é dispensado da sua função sem justa causa, tem o direito de receber o seguro desemprego. Porém, dependendo do tipo de contrato e rescisão o empregado perde o direito de receber o beneficio. Será que no contrato intermitente tem direito a seguro desemprego?

É sobre isso que vamos tratar no artigo abaixo, explicando as regras de acordo com a Reforma Trabalhista aplicado ao trabalho intermitente. Boa leitura!

O que é o seguro desemprego?

O Seguro-Desemprego, um dos mais importantes direitos dos trabalhadores brasileiros, é um benefício que oferece auxílio em dinheiro por um período determinado. Ele é pago de três a cinco parcelas de forma contínua ou alternada, de acordo com o tempo trabalhado.

Quem tem direito ao beneficio?

De acordo com as informações que constam no site oficial da Caixa Econômica Federal, para que o trabalhador receba o seguro desemprego ele deve se encaixar em alguns critérios. São eles:

  • Trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, inclusive dispensa indireta;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Contrato Intermitente Tem Direito A Seguro Desemprego?

É de conhecimento geral que o contrato intermitente é um tanto quanto diferente dos demais. Apesar de garantir direitos trabalhistas nem todos eles são concedidos ao empregado intermitente, como é o caso do seguro desemprego.

Não existe nenhuma explicação legal que justifique o impedimento do seguro desemprego no trabalho intermitente. O que na verdade existe é a determinação legal presente no texto da Reforma Trabalhista de 2017. O artigo 484-A. § 2º, diz:

A extinção do contrato por acordo prevista no caput deste artigo não autoriza o ingresso no Programa de Seguro-Desemprego.

Mesmo em caso de rescisão de contrato por decisão da empresa, o trabalhador intermitente não tem acesso a este beneficio previdenciário.

Curtiu as informações sobre o seguro desemprego no trabalho intermitente? Então que tal ficar ainda mais por dentro deste tipo de contrato? Inscreva-se na newsletter no TIO e receba os melhores conteúdos.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *