Não é algo que podemos normalizar, mas infelizmente acidentes de trabalho acontecem por diversos motivos, sejam eles de maior ou menor proporção. O importante é saber o que fazer depois, que é assinar o CAT em acidente de trabalho intermitente.

Contudo, alguns empregadores por serem inexperientes neste assunto sentem-se meio perdidos quanto o jeito certo de assinar o CAT. Por isso, desenvolvemos este conteúdo com o passo a passo e orientações sobre acidente de trabalho no contrato intermitente. Boa leitura!

CAT em acidente de trabalho intermitente

Quando ocorre qualquer tipo de acidente de trabalho, seja de alta ou baixa magnitude, é necessário fazer a emissão do Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT).

Conforme a lei, o responsável por por emitir o CAT é a empresa, visto que o acidente ocorreu nas dependências do trabalho. É necessário comunicar ao INSS até o primeiro útil seguinte ao da ocorrência e, de imediato, em caso de morte, sob pena de multa variável entre o limite mínimo e o limite máximo do salário de contribuição.

Caso a empresa se recuse a fazer o comunicado ao CAT, poderão emitir:

  • O próprio trabalhador;
  • dependente;
  • entidade sindical;
  • o médico ou a autoridade pública (magistrados, membros do Ministério Público e dos serviços jurídicos da União e dos Estados ou do Distrito Federal e comandantes de unidades do Exército, da Marinha, da Aeronáutica, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar).

Informar acidente de trabalho intermitente

É possível comunicar o CAT ao INSS online e pessoalmente, no entanto, a própria instituição dá preferência para que todo processo seja feito de maneira digital, que é mais simples para a própria empresa.

No último ano, o site foi todo modificado para que o usuário faça tudo de maneira mais simples e intuitiva. Veja o passo a passo para comunicar o CAT online.

Primeiro, acesse o site do Ministério do Trabalho;

Teste-gratis-tio-digitalPowered by Rock Convert

Na página do CAT, ao lado de ” Registrar Comunicação de Acidente de Trabalho – CAT” selecione “Iniciar”;

CAT em Acidente de Trabalho Intermitente

Na página seguinte, clique na opção “Cadastramento” e selecione a opção “CAT”;

Por último, o empregador deve preencher os detalhes do acidente do trabalho, em seguida será redirecionado para outra página informando detalhes do acidente de trabalho.

Estabilidade do trabalhador intermitente

A legislação prevê, por meio do artigo 118 da Lei nº 8.213/91 que todo trabalhador com carteira assinada e sofreu acidente de trabalho estabilidade de 1 ano (12 meses) após voltar de sua licença.

Deste modo, a empresa não pode rescindir o contrato com o trabalhador intermitente por motivo algum, caso seja feito a mesma fica sujeita a multas pelo Ministério do Trabalho.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Prevenção ao acidente de trabalho

Acidentes de trabalhos são imprevisíveis, mas é possível preveni-los. A melhor forma de fazer isso, é através de treinamentos, equipamentos de segurança, ambiente não insalubre, kit de primeiros socorros e um profissional da saúde sempre á postos dentro da empresa.

Gestão intermitente com muita tecnologia

Já pensou em fazer a gestão intermitente em uma plataforma digital que faz desde o cadastro de seus funcionários até a emissão do recibo de pagamento?

Pois conte com a plataforma TIO Digital, a única do mercado voltada exclusivamente para a gestão intermitente que está totalmente dentro da lei e deixa todos os processos simples e práticos.

Teste a plataforma TIO Digital e torne a gestão intermitente automática e sem erros.


Kezia Amaro

Produtora de conteúdo no blog TIO Digital. Acadêmica em Publicidade e Propaganda pela Uninove. Especialista em CRO, SEO, Produção de Conteúdo, Blogs Corporativos, Custumer Sucess e E-mail Marketing pela Rock Content.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *