Gestão de Ponto no trabalho intermitente: por que e como fazer?

A gestão de ponto no trabalho intermitente consiste na marcação diária dos horários de entrada e saída. Um controle eficiente permite o cálculo assertivo do pagamento do profissional — que é proporcional ao total de horas trabalhadas na convocação —, além de cumprir com as determinações legais.

gestao de ponto no trabalho intermitente
Para uma boa gestão de ponto no trabalho intermitente, é preciso registrar os horários de entrada e saída do profissional. Contar com um sistema especializado torna o processo mais fácil e automático – Foto: Freepik.

Uma das melhores práticas que a empresa contratante pode adotar é fazer uma boa gestão de ponto no trabalho intermitente. Afinal, não apenas esta é uma ação legal e determinada por lei, mas também ajuda na organização interna e na prevenção de erros.

Isso porque o trabalho intermitente pauta-se na descontinuidade da prestação de serviços, com períodos de inatividade que se alternam com a atividade. Dessa forma, sempre que o profissional efetivamente trabalhar para a empresa — mediante convocação prévia —, ele deve receber seu pagamento proporcional ao total de horas.

Sendo assim, uma gestão de ponto eficiente simplifica todo o processo e, com o auxílio de softwares especializados, automático.

Então, quer saber como melhorar o gerenciamento de ponto no trabalho intermitente e por que você deveria se preocupar com isso? Continue conosco até o final e boa leitura.

O registro de ponto do intermitente é obrigatório?

O registro de ponto do trabalhador intermitente é obrigatório e de responsabilidade da empresa contratante. A prática é prevista e regulamentada pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), que traz:

Art. 74.  O horário de trabalho será anotado em registro de empregados.
§ 2º  Para os estabelecimentos com mais de 20 (vinte) trabalhadores será obrigatória a anotação da hora de entrada e de saída, em registro manual, mecânico ou eletrônico, conforme instruções expedidas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, permitida a pré-assinalação do período de repouso.

Portanto, para negócios com quadro de funcionários superior a 20 profissionais, o registro de ponto diário destes é obrigatório por lei — incluindo para os intermitentes. Ainda assim, em casos nos quais a empresa não possui 20 colaboradores, a prática é altamente recomendada, visto que traz diversos benefícios para ambos os lados.

Como funciona o registro de ponto no trabalho intermitente?

O registro de ponto dos funcionários intermitentes é uma prática que ajuda — e muito — os empregadores a cada convocação.

Uma vez que o pagamento dos trabalhadores intermitentes é proporcional ao total de horas trabalhadas na convocação, contabilizar as horas normais, extras e noturnas de trabalho é crucial para o cálculo correto da remuneração.

Por isso, existem 3 maneiras legais de fazer o registro de ponto no trabalho intermitente:

  • Manual: o empregador oferece uma folha ou planilha de ponto para o trabalhador anotar seus horários de entrada, saída e pausas à mão, com lápis ou caneta;
  • Mecânico: no local de trabalho, há uma máquina que faz a marcação de horários no cartão de ponto do funcionário;
  • Eletrônico: a empresa conta com um software especializado que registra o ponto do trabalhador e armazena todos os registros em nuvem, além de contabilizar de forma automática todas as horas normais, extras e noturnas de trabalho.

Dessa forma, o registro dos horários de entrada, saída e pausas intrajornada ajuda o contratante a garantir o cumprimento da jornada acordada. Ainda, é possível visualizar melhor o total de horas normais, extras e noturnas de trabalho em cada convocação.

Isso traz mais assertividade aos cálculos, diminuindo os erros por parte do empregador. Afinal, praticamente todo o pagamento do trabalhador intermitente depende da quantidade de horas trabalhadas, visto que é proporcional.

Por que fazer uma gestão de ponto no trabalho intermitente?

Ao fazer o controle de ponto de seu trabalhador intermitente, o contratante se depara com diversas vantagens da prática, como:

  • Acompanhamento das horas normais, extras e noturnas de trabalho;
  • Assertividade e precisão de informações;
  • Redução de erros ao analisar e contabilizar o total de horas de trabalho em cada convocação;
  • Segurança;
  • Diminuição de erros e chances de ações trabalhistas pelo não registro devido de ponto.

Por isso, o registro de ponto é um grande aliado ao contratante, o ajudando em diversos momentos e de diversas formas.

Como fazer a gestão de ponto no trabalho intermitente?

Já pensou chegar ao fim do mês e as folhas de ponto do trabalhador intermitente estarem ilegíveis? Ou pior, danificadas? E se o profissional perder o cartão de ponto, ou marcar horários inconsistentes?

Essas atitudes são comuns, e prejudicam o empregador — além de colocar em risco a assertividade dos cálculos. Afinal, como contabilizar as horas de trabalho nestas situações?

Por isso, existe uma plataforma completa e especialista em registro e gestão de ponto no trabalho intermitente: o TIO Digital.

Com o TIO, seu trabalhador intermitente pode marcar os horários de entrada, pausas e saída, com reconhecimento facial e geolocalização. Assim, ao final da convocação, o contratante visualiza o total de horas e tem o valor a pagar automaticamente — sem precisar fazer cálculos.

Então, ao contar com um software especializado, você garante segurança e praticidade aos processos rotineiros de gestão, evitando erros que podem comprometer a relação trabalhista.

Basta abrir o ponto no aplicativo TIO Digital e pronto, registrar o início da jornada e as horas já estarão sendo contabilizada ao longo do período de trabalho.

Leia também:

Gestão completa e inteligente de trabalhadores intermitentes

Você conhece o seu negócio como ninguém. Para o resto, existem inúmeras alternativas que podem te auxiliar no caminho.

O TIO é uma dessas opções. Afinal, quando se fala em gestão do trabalho intermitente no Brasil, nossa plataforma, pioneira no segmento, vem para substituir o trabalho manual, pelo trabalho inteligente. Em termos de produtividade e segurança trabalhista, esse é um dos maiores ganhos que tivemos para gerenciamento de trabalhadores intermitentes na última década.

Pensando nisso, desenvolvemos um sistema completo para tornar a gestão do trabalho intermitente mais fácil, rápido e eficaz. Dentre nossos principais recursos para isso, estão:

  • Um sistema intuitivo para convocações de funcionários e equipes intermitentes.
  • Controle de jornada integrado ao ponto digital com biometria facial e geolocalização.
  • Emissão automática para recibos de pagamento ao final de cada dia trabalhado.
  • Chat interno para comunicação direta com os funcionários.
  • Históricos de aceites, convocações, aceites e documentos.
  • Suporte especialista em português nativo.
  • Melhorias contínuas na plataforma conforme as regulamentações vigentes da legislação trabalhista (Lei n.13.467), segurança de dados (LGPD) e muito mais.

Para que você conheça na prática o potencial dessa ferramenta no dia a dia, disponibilizamos um tour guiado com nosso especialista em produto, além de um período de teste grátis. Dessa forma, você pode avaliar se está pronto para impulsionar seus melhores resultados com o trabalho intermitente.

Agende uma demonstração gratuita agora.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Conteúdos relacionados