Descubra como é possível economizar através da contratação de trabalho intermitente para casamentos

Festas de casamento são eventos especiais que não acontecem todos os dias. Sendo assim, os profissionais que atuam neste segmento podem se encaixar ao trabalho intermitente como uma alternativa para contratação. Dessa maneira, é possível economizar investindo em trabalho intermitente para casamentos.

Eventos especiais requerem atenção especial, por isso, casamentos tendem a exigir um trabalho incansável de uma grande equipe de pessoas. 

Mas você já parou para pensar em quem torna o evento possível? Diversos tipos de trabalhadores estão envolvidos em todo o casamento.

Por ser um tipo de evento que não acontece todos os dias, os empregadores que trabalham no ramo geralmente optam pelo por trabalhadores com contrato de trabalho intermitente, que se adapta às demandas variáveis dos eventos de casamentos.

Continue conosco e entenda mais sobre o trabalho intermitente em eventos de casamento!

Trabalho Intermitente Para Eventos De Casamento

O que é trabalho intermitente?

Previsto na lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017, o trabalho intermitente é uma modalidade de trabalho que se caracteriza pela prestação de serviços de forma não contínua

Assim há uma alternância de períodos de trabalho e de inatividade do trabalhador. Essa modalidade surgiu para diminuir taxas de emprego informal, os conhecidos “bicos”, no Brasil. 

Diferente dos “bicos”, no trabalho intermitente o funcionário tem registro em carteira de trabalho, além de um contrato formal e a garantia de uma série de direitos trabalhistas. 

Assim, para se enquadrar na modalidade é necessário seguir algumas determinações:

  • Trabalho através de convocações que devem ser feitas com no mínimo 72 horas de antecedência;
  • Pagamento imediato ao final de cada prestação de serviços;
  • Férias com adicional de ⅓;
  • Pagamento do DSR e 13º salário.

Para entender tudo sobre as características do trabalho intermitente, leia o artigo do TIO sobre a modalidade.

Como é feita a convocação do trabalho intermitente?

O funcionário intermitente é chamado para seu trabalho através de convocações de seu empregador. Essas devem seguir regras específicas:

  • A Lei determina que a solicitação seja feita por um meio de comunicação eficaz;
  • Tais convocações devem ser feitas com pelo menos três dias de antecedência;
  • E então, o empregado tem um dia para responder ao chamado;
  • O trabalhador tem a liberdade de decidir se irá aceitar ou não, sem ser punido por ato de insubordinação. 

Trabalho Intermitente para Eventos de Casamentos

Celebrações especiais como um casamento não acontecem todos os dias. Organizar um evento tão importante e trabalhoso requer planejamento com antecedência. 

Por isso, existem muitas empresas que prestam serviços e utilizam trabalhadores intermitentes, tornando possível que tudo funcione da melhor forma. 

Essas empresas podem se encarregar das mais diversas atividades, por exemplo:

  • Assessoria e Consultoria: profissionais especializados planejam, contratam, revisam todos os detalhes do evento;
  • Decoração: instalação de enfeites, preparação de arranjos, arrumar mesas, e tudo para deixar o ambiente perfeito;
  • Limpeza: necessário não apenas após a festa, uma equipe de limpeza garante que seu evento esteja sempre impecável;
  • Fotografia: um momento especial como um casamento deve ser relembrado. Para registrar o evento através de fotografia e filmagem;
  • Música: sendo música ao vivo ou DJ, é essencial para animar a festa.

Como os eventos são ocasionais, é comum que tenham frequência superior em fins de semana e em determinados meses do ano. Por isso, o trabalho intermitente é uma alternativa vantajosa para este tipo de evento.

Exemplo do uso de trabalhadores intermitentes em Casamentos

Um casal escolheu realizar sua festa de casamento em um sábado de março, período muito requisitado. Então, para cuidar dos alimentos e bebidas, foi contratada a empresa de Marcos. Além de disponibilizar cozinheiros e bartenders, a empresa também oferece garçons para servir os convidados.

Por trabalhar em um ramo que depende de demandas variadas, Marcos conta com uma equipe de funcionários intermitentes. Assim, ele pode fazer as convocações dos trabalhadores quando precisar do serviço e na quantidade que necessita.

O evento para qual a empresa de Marcos foi contratada teve uma grande quantidade de pessoas, então o empresário requisitou um número maior de seus funcionários para o dia da festa. Esses trabalharam no sábado para Marcos, mas também são livres para trabalhar em outros dias para outros empregadores.

Ou seja, o trabalho intermitente é uma opção favorável para eventos, como casamentos.

Essa nova modalidade traz flexibilidade tanto para o empregador quanto para o funcionário, que pode prestar serviços para diversos lugares apenas quando for requisitado, e ainda tem a opção de aceitar o chamado. 

Como é feito o contrato na modalidade intermitente? 

Para firmar essa relação de trabalho, é preciso estabelecer um contrato escrito que contenha as seguintes informações:

  • Endereço do trabalhador e da empresa;
  • Valor/hora ou dia da remuneração;
  • Local e o prazo para o pagamento do salário;
  • Assinatura das partes.

As informações da contratação também devem estar no eSocial, sistema que processa o registro em carteira do trabalhador.

Qual a diferença entre trabalho intermitente e trabalho temporário?

Apesar de terem características muito distintas, essas modalidades de trabalho são confundidas com frequência.

Previsto pela lei nº 6.019, o trabalho temporário é uma alternativa amplamente utilizada durante períodos em que empresas têm uma demanda sazonal que seus funcionários fixos não atendem. 

O trabalho temporário é mediado por empresas da área que contratam trabalhadores, e então os conduzem para outras empresas tomadoras de serviço. 

Este tipo de contrato não pode exceder 180 dias, apesar de que pode haver prorrogação por mais 90 dias apenas uma vez.

Entretanto, depois do fim do contrato não é possível que o funcionário volte a trabalhar na empresa pelo período de 90 dias.

Além disso, o vínculo empregatício não é estabelecido entre o trabalhador temporário e a empresa a qual ele presta serviços, mas as obrigações trabalhistas durante o tempo trabalhado são subsidiariamente responsabilidade da empresa.

Entretanto, no trabalho intermitente, o funcionário presta serviços de forma não contínua e alterna entre períodos trabalhados e de inatividade.

Essa modalidade de trabalho é comum em empresas que precisam de funcionários em determinados dias, como por exemplo restaurantes que têm movimentação maior em fins de semana. 

Assim, o trabalhador pode prestar serviços no dia em que o empregador o convoca, mas fica livre para ter outras possibilidades no seu tempo inativo.

Economia através do trabalho intermitente

Esse modelo de trabalho foi criado para beneficiar tanto o trabalhador quanto o empregador. O funcionário intermitente tem acesso a direitos trabalhistas que não teria no trabalho informal, além de poder prestar serviços em diversas empresas de modo organizado. 

Enquanto isso, o empregador pode requisitar o trabalhador quando necessitar, evitando gastos em excesso com salários quando não tem eventos para coordenar. 

Essa economia garante que os serviços da empresa mantenha valores competitivos no mercado e para o consumidor final, que também se beneficia das vantagens do trabalho intermitente.

Por isso, a modalidade do trabalho intermitente é essencial para economizar em eventos como casamentos, que já exigem custos altos dos organizadores. 

Gestão Fácil do Trabalho Intermitente 

Por ser um modo de trabalho recente, ainda surgem muitas dúvidas em empregadores em como gerir da melhor forma os seus funcionários intermitentes. Por isso, surgiram novas tecnologias no mercado para atendê-los.

A plataforma do TIO Digital é uma solução mais completa para simplificar o modo de gerir o trabalho intermitente. 

Através do TIO, você pode:

  • Calcular pagamentos;
  • Emitir recibos;
  • Controlar ponto eletrônico pelo app;
  • Convocar funcionários pelo chat exclusivo;
  • Muitas outras funcionalidades!

Confira já o TIO Digital e tenha 10 dias grátis para testar!

Deixar uma resposta