Dentre as opções possíveis para gestão do trabalho intermitente, a que apresenta o melhor custo-benefício são as plataformas digitais.


Hoje já é possível convocar o funcionário, controlar sua jornada de trabalho e gerar recibos de pagamentos através de aplicativos específicos. Quer entender melhor como gerenciar trabalhadores intermitentes? Então você está no lugar certo.

Para melhorar a sua experiência no blog TIO Digital, você pode utilizar o menu a seguir para ir diretamente aos assuntos que forem de maior interesse para você.

Logo, basta clicar sobre o link e você será redirecionado ao trecho escolhido. Boa leitura!

como gerenciar trabalhadores intermitentes

Salário do trabalhador intermitente

Como já foi dito antes no artigo Salário do trabalhador intermitente, existe uma série de requisitos a serem cumpridos para estar regularizado no modelo de contrato intermitente.

Dentre eles, é obrigatório gerar o recibo de pagamento do funcionário. Nesta guia, deve-se constar todos os encargos que constituem o salário do empregado.

Lembrando que, a emissão desta guia deve ser feita ao final de cada expediente do funcionário. Visto que, nesta modalidade, o funcionário é pago por dia trabalhado.

Neste caso, não é necessário o envio de planilhas cheia de dados para a contabilidade. É possível simplificar a emissão dos recibos de pagamento através do aplicativo TIO Digital.

Nele, além de você entender o que, quanto e para quem está pagando, você também retoma o controle das finanças do seu negócio.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Minuta de contrato – trabalho intermitente

Outro ponto importante nesse tipo de regime trabalhista, é o contrato intermitente. Para todo trabalho intermitente contratado, deve-se estipular um acordo entre empregador e empregado sobre as funções a serem executadas. Assim como o período a de atividade tais como todas as informações acerca do serviço a ser prestado.

Para desburocratizar essa questão, elaboramos um template gratuito para o empregador. O preenchimento deste contrato simplifica o processo de contratação ao passo que também formaliza corretamente o empregado.

Dessa forma, tanto empregador quanto funcionário têm seus direitos e deverem assegurado nos termos da Lei nº 13.467.

A peça que faltava pro seu negócio está aquiPowered by Rock Convert

Férias no trabalho intermitente

No que diz respeito às férias da categoria intermitente, a legislação trabalhista prevê o direito de usufruto de 30 dias de férias após 12 meses de trabalho prestado. No trabalho intermitente essa regra também se aplica.

Para o empregador que se questiona sobre como gerenciar trabalhadores intermitentes, é válido lembrar que no regime intermitente, as férias têm algumas diferenças.

Devido a remuneração diferenciada, o pagamento das férias também é afetado. Visto que o encargo para o tempo de descanso é embutido no pagamento diário ao final de cada expediente do empregado.

Assim, no recibo de pagamento do funcionário estará informado o valor em reais da remuneração correspondente às férias. Para facilitar as contas, o TIO Digital realiza os cálculos de forma automática através de artificial intelligence.

Para utilizar o serviço, você pode se cadastrar gratuitamente e testar o melhor app para trabalho intermitente do mercado!

Vantagens do trabalho intermitente

As vantagens da contratação intermitente são várias e podem ser mais ou menos evidentes a depender do tipo de negócio que você tenha. Para que as vantagens sejam potencializadas, use a mão de obra intermitente sempre que houver aumento de demanda pelo que você oferta.

Veja na lista abaixo algumas vantagens:

  1. respaldo legal: a regulamentação do trabalho intermitente com a Reforma Trabalhista trouxe mais segurança aos empregadores para adotarem esse tipo de contrato na sua grade de funcionários;
  2. flexibilidade de contrato: para o empregador, uma das maiores vantagens do regime intermitente é poder contar com mão de obra acessível quando for necessário. Ou seja, nos períodos onde há aumento de demanda no negócio;
  3. variedade de funcionários: no regime intermitente, o empregado não possui vínculo exclusivo com uma só empresa, e o mesmo vale para o contratante. Assim, o empregador pode convocar qualquer empregado da sua lista de contatos, prevalecendo o mais adequado para a função a ser realizada;
  4. redução de custos: uma das favoritas dos empregadores; a contratação do trabalho intermitente otimiza as finanças, visto que o pagamento do funcionário é feito com base nas horas trabalhadas, evitando o desperdício de recursos do negócio;
  5. otimização de carga horária: na categoria intermitente, o pagamento do empregado é proporcional ao trabalho que ele presta. Com isso, você otimiza a carga horária, ao passo que diminui o tempo ocioso do funcionário.

Aplicativos úteis

A Plataforma TIO Digital facilita a gestão intermitente com muita tecnologia e inovação.

Nossos recursos permitem que o empregador cadastre os trabalhadores intermitentes na plataforma, emita o recibo de pagamento, faça a convocação através de um exclusivo chat e também registre o ponto através de leitura facial!

Conheça mais sobre o TIO Digital e como nossa tecnologia pode facilitar a gestão intermitente do seu negócio.

Além da própria plataforma do TIO Digital, sugerimos outros aplicativos úteis que certamente otimizarão o seu tempo.

As vantagens atribuídas a tecnologia móvel iniciaram uma revolução no modo como trabalhamos, cuidamos do lar e consumimos.

Por isso, elaboramos uma lista com 10 aplicativos para um gerenciamento inteligente do seu tempo e das suas atividades. Afinal, tempo também é dinheiro. E quando bem investido, é qualidade de vida.

Minuta de Contrato de Trabalho IntermitentePowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *