O recibo de pagamento intermitente é parte final do ciclo de convocação do trabalhador, por isso, na hora de emitir este documento é preciso muita atenção para ver se ele atende a todos os requisitos previstos.

Isso porque, de acordo com a lei, o recibo intermitente deve conter informações especificas do período trabalhado. Veja a melhor forma de emitir um recibo de pagamento intermitente e o que deve conter neste documento. Boa leitura!

Recibo de pagamento intermitente

O que é o recibo de pagamento intermitente?

O recibo é o documento onde são discriminados todos os valores que compõem a remuneração do trabalhador intermitente. Da mesma forma que irá comprovar que está cumprindo com os acordos estabelecidos no contrato de trabalho.

Como é feito o pagamento intermitente?

Neste quesito o contrato intermitente se diferencia do modelo por prazo determinado. Isso porque, o pagamento intermitente deve ocorrer logo após o período do serviço prestado e não ao final do mês como é comumente visto.

Por exemplo, caso a empresa convoque o trabalhador por 15 dias de trabalho, o pagamento só ira acontecer ao final do período de serviço prestado.

O que deve constar no recibo de pagamento intermitente?

Como vimos acima, no recibo de pagamento devem estar presentes todas as verbas, incluindo os descontos.

Dessa forma, devem constar no recibo de pagamento intermitente, as seguintes informações:

  • remuneração;
  • férias proporcionais com acréscimo de um terço;
  • 13º salário proporcional;
  • descanso semanal remunerado;
  • adicional noturno;
  • horas extras;
  • adicionais legais.

Contrato intermitente garante o salário mínimo?

Primeiramente, é preciso deixar claro que, sempre que o trabalhador intermitente for convocado, ele recebe o pagamento de maneira proporcional ao período de trabalho a qual foi convocado.

A peça que faltava pro seu negócio está aquiPowered by Rock Convert
conheça nossa soluçãoPowered by Rock Convert

O que o texto da Reforma Trabalhistas prevê é que, o valor da hora de trabalho, que não pode ser inferior ao do salário mínimo ou àquele devido aos demais empregados do estabelecimento que exerçam a mesma função em contrato intermitente ou não.

Desta maneira, os cálculos do salário devem sempre se basear no valor hora do salário mínimo nacional ou regional, ou conforme o caso, dos demais trabalhadores que exerçam a mesma função. Não esqueça deste detalhe, isso é bem importante.

Como emitir recibo de pagamento intermitente?

Atualmente, as empresas dispões de diversos métodos para emitir recibo de pagamento que podem ser desde o bom e velho bloco de papéis até plataformas de gerenciamento de trabalhadores que fazem todo o cálculo e emissão do recibo de maneira automática.

Independente do caso, é bom lembrar que o recibo de pagamento é um documento muito importante, pois comprova que o trabalhador intermitente foi remunerado de maneira correta e todos os direitos devidos foram pagos.

Por isso, na hora de decidir qual melhor método de emissão de recibo de pagamento intermitente, é bom optar pela maneira onde haverá fácil controle, organização e acesso as informações.

A melhor gestão intermitente com muita tecnologia

Ao contratar um trabalhador intermitente, o empregador deve saber que a emissão do recibo de pagamento, é uma das tantas tarefas que precisam ser cumpridas.

Uma maneira simples e tecnológica para facilitar a gestão intermitente é investir em plataformas digitais que automatizam todos os processos.

A plataforma TIO Digital é pioneira na gestão intermitente, o serviço faz desde a convocação do trabalhador até a emissão do recibo de pagamento com todos os cálculos.

Que tal trazer mais tecnologia e gestão intermitente para sua empresa? Conheça mais da plataforma TIO Digital e veja como nosso serviço pode ser aliado no crescimento do seu negócio!


Kezia Amaro

Produtora de conteúdo no blog TIO Digital. Acadêmica em Publicidade e Propaganda pela Uninove. Especialista em CRO, SEO, Produção de Conteúdo, Blogs Corporativos, Custumer Sucess e E-mail Marketing pela Rock Content.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *